ASTT alerta condutores para mudança no sentido de ruas no centro de Araguaína

A alteração faz parte de uma série de ações que visam melhorar o tráfego de veículos na região

44
(Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Araguaína, por meio da ASTT (Agência de Segurança, Transporte e Trânsito), informa que haverá mudanças de sentido de três ruas no Centro: Quinze de Novembro, Santa Cruz e Souza Porto. A alteração faz parte de uma série de ações que visam melhorar o tráfego de veículos na região, dando maior segurança aos condutores e fluidez ao trânsito.

Essas alterações já estavam no Plano Central do Município e estão sendo colocadas em prática conforme cronograma da agência. As ruas receberão a continuidade do sentido único. A ação faz parte de várias medidas que serão adotadas para melhorar a circulação de veículos, evitar congestionamento, principalmente em horários de pico, facilitar a passagem de pedestres e dar visibilidade ao comércio local.

“Quando é implantado sentido único numa via, beneficia a segurança da mesma, pois não terá tráfego em sentido oposto, o que também possibilita de acrescentar ou implantar vagas de estacionamento”, afirmou o diretor do Departamento de Engenharia e Planejamento da ASTT, Antônio Ferraz Júnior.

O diretor afirma que a princípio será realizada divulgação e contarão com o apoio de agentes de trânsito orientando o tráfego local, fazendo a parte educacional. 

Ruas com sentido alterado
Nesse primeiro momento, serão alterados os sentidos de três ruas, todas na região central de Araguaína.
A Quinze de Novembro, entre as Ruas 13 de Dezembro e 12 de Outubro; a Rua Santa Cruz, entre a Rua 12 de Outubro e a Rua Alfredo Nasser (inclusive o trecho onde recebe a nomenclatura de Rua13 de Dezembro) e também a Rua Souza Porto, entre a Rua 13 de Dezembro e a Rua Gonçalves Lêdo.

Progresso
A Prefeitura de Araguaína investe em mobilidade urbana, acessibilidade e segurança no trânsito por toda a cidade, seja com sinalização, redutor de velocidade, construção de calçadas, ciclovias até o redirecionamento de ruas de grande fluxo ou que ofereçam risco ao condutor ou pedestre. Ao todo, desde 2013, já são mais de 600 km de reconstrução de vias e pavimentação asfáltica.

“As mudanças estão sendo possíveis devido à realização de estudo técnico e levantamento inicial que foi utilizado para todas as vias que já foram alteradas. Dar fluidez ao trânsito, trazer mais segurança para os condutores, fazer com que as ruas onde, atualmente, acontecem ‘gargalos’ e acidentes sejam melhoradas. Durante a implantação e execução da mudança, haverá campanha educacional para o trânsito, até os condutores se habituarem com as alterações”, complementou o superintendente de Trânsito e Transporte da ASTT, Sheldon Sá. (Leide Mendes)

COMENTÁRIOS FACEBOOK