Polícia Civil divulga retrato falado de suspeito de matar e estrangular servidor público em Palmas

Luís Carlos Carmo Coelho foi encontrado em sua residência com sinais de estrangulamento

281

A Polícia Civil do Tocantins divulgou o retrato falado do principal suspeito do homicídio do servidor público Luís Carlos Carmo Coelho, 51, morto no dia 22 de maio, em Palmas. O servidor foi encontrado em sua residência com sinais de estrangulamento.

De acordo com o delegado Guido Camilo Ribeiro, com base em imagens de câmeras de segurança em que a vítima foi filmada junto com o suspeito, a equipe de papiloscopia do Instituto de Identificação chegou a um registro aproximado do perfil do suspeito do homicídio.

“As imagens dos circuitos de câmera de segurança por onde a vítima esteve em companhia deste homem até o momento sem identificação nos levam a crer que ele é o principal suspeito do homicídio”, afirmou ao acrescentar que testemunhas informaram que o suspeito tem uma tatuagem meio apagada em um dos braços.

Ainda de acordo com o delegado, após o crime o suspeito teria fugido com o automóvel da vítima e de posse do cartão e dados bancários, teria feito compras em torno de R$ 5 mil da conta do servidor.

O delegado informou ainda que os pagamentos foram realizados nas cidades de Palmas, Colinas e em Araguaína, onde o automóvel da vítima teria sido abandonado três dias depois do crime.

“Pedimos que este retrato falado seja divulgado nos veículos de comunicação e também em grupos de WhatsApp para que possamos localizar o suspeito”, afirmou.
(Da Redação)

COMENTÁRIOS FACEBOOK