Suspeito de integrar organização criminosa de tráfico de drogas é preso pela Polícia Civil em Paraíso do Tocantins

67
Foto: Divulgação SSP/TO

Encontra-se recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Paraíso do Tocantins, Marco Antônio Negri, de 39 anos. Ele é suspeito de liderar uma organização criminosa que atuava na venda de drogas naquele município e foi capturado, no início da tarde desta quinta-feira (7), por policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), Núcleo de Paraíso do Tocantins.

A ação da Polícia Civil se deu em um restaurante localizado no Setor Pouso Alegre e foi coordenada pelo delegado Eduardo de Meneses, que deu cumprimento a mandado de prisão da Justiça Federal em nome de Marco Antônio.

De acordo com o delegado, no mês de fevereiro, a Polícia Federal deflagrou a Operação ‘SINGER’, visando a desarticular uma organização criminosa responsável pela venda de drogas em Paraíso do Tocantins, liderada por um cantor Sertanejo da cidade. Naquela fase da operação, o suspeito não foi encontrado, passando, desde então, a ostentar a condição de foragido da Justiça.

“Desde a época da deflagração da operação Singer, vínhamos trocando informações e mantendo cooperação técnica com a Polícia Federal, a fim de localizar o seu paradeiro e efetuar a prisão. E nessa quinta-feira, após investigações e buscas, obtivemos êxito em capturar o indivíduo no momento em que ele almoçava em um restaurante na cidade”, pontuou Eduardo de Meneses.   

Após as providências legais cabíveis, Marco Antônio permanecerá na CPP de Paraíso do Tocantins, à disposição da Justiça Federal do Estado do Tocantins.

COMENTÁRIOS FACEBOOK