Unidade de referência para covid-19 no Setor Maracanã inicia atendimento nesta sexta-feira

98
Foto: Marcos Sandes

Os atendimentos na quarta unidade de referência para pacientes com sintomas leves de covid-19 terão início nesta sexta-feira, 5. Antes previsto para esta quarta-feira, 3, o início das atividades foi adiado por questões técnicas para adaptações da unidade.

Após iniciado, moradores dos setores da região Norte de Araguaína, como Araguaína Sul, Vila Goiás e Setor Barros, terão atendimento mais próximo de casa, das 7 às 19 horas. A unidade terá capacidade de atendimento médio diário de 80 pacientes, com uma equipe formada por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, farmacêuticos e auxiliares de limpeza.

Além de reforçar o atendimento já ofertado em outras três, nos setores Couto Magalhães, Alto Bonito e Bairro JK, o Setor Maracanã foi escolhido para a implantação da quarta unidade após as equipes de atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) identificarem que, pela proximidade, moradores do entorno do Setor Araguaína Sul, mesmo com sintomas leves, estavam procurando atendimento na UPA, que deve priorizar o atendimento de casos moderados a graves.

Comunidade local
Os moradores cadastrados na UBS Dr. Raimundo Gomes Marinho, receberão atendimento em outras unidades próximas.
Serviços como renovação de receitas para pessoas em tratamento contínuo (hipertensos, diabéticos e saúde mental), sonda vesical de demora, gestantes com acompanhamento pré-natal já agendado ou a começar, vacinação, teste do pezinho, curativos e dispensação de medicamentos podem procurar as seguintes UBS: Maria dos Reis (Setor Barros), UBS Couto Magalhães (Avenida Perimetral, Setor Couto/antiga policlínica), UBS Manoel Maria (Cimba) e UBS Senador Benedito (Setor José Ferreira).
Já outros acompanhamentos como pacientes de hanseníase e tuberculose serão atendidos na UBS José Ronaldo (Setor Dom Orione). Os serviços de atendimento domiciliar seguem suspensos em todas as unidades devido à pandemia.

De olho nos sintomas
Febre até 38 graus, dor de garganta, coriza e perda de paladar e olfato, caracterizam os sintomas leves. Pessoas com esses sintomas devem procurar uma das quatro unidades de referência, onde passarão por atendimento médico e serão orientadas sobre o isolamento social de 14 dias. Conforme a avaliação do profissional, passarão pelo teste para confirmação da doença.

Já sintomas como febre acima dos 38 graus, tosse com ou sem catarro, dor no peito e nas costas, dor de cabeça, dificuldade para respirar e cansaço, caracterizam os casos moderados a graves. Nesses casos, a orientação é procurar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no setor Araguaína Sul. (Mara Santos)

COMENTÁRIOS FACEBOOK