Polícia Civil prende homem suspeito de comprar gado e realizar pagamento com cheques sem fundos

A estimativa é que o suspeito tenha causado prejuízos de cerca de R$ 300 mil entre o TO e MA

178

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 3ª Divisão Especializada na Repressão ao Crime Organizado (Deic) prendeu na manhã dessa sexta-feira, 4, em Araguaína, um homem de iniciais G. E. C. de 38 anos, suspeito de cometer crimes de estelionato na região e também no Estado do Maranhão.

De acordo com a Polícia Civil, o homem comprava gado em leilões e não realizava os pagamentos. As investigações foram conduzidas pelo delegado Luís Eduardo Amaral Freitas, de Filadélfia. Na manhã dessa sexta-feira, agentes da Polícia Civil de Araguaína localizaram o suspeito no setor Brasil.

Segundo o delegado Bruno Boaventura, o suspeito possuía mandado de prisão pela comarca de Filadélfia. “Ele frequentava leilões e realizava pagamentos em cheque. Em seguida, providenciava o recolhimento dos animais e os revendia. Quando as vítimas vinham reclamar o pagamento ele desaparecia da região”, afirmou.

Ainda de acordo com o delegado, a estimativa é que o suspeito tenha causado prejuízos de cerca de R$ 300 mil entre os estados do Tocantins e Maranhão. “Somente em Filadélfia ele chegou a comprar 200 cabeças de gado com pagamentos de cheques sem fundos”, afirmou. Após os procedimentos, o suspeito foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA).
(Da Redação)

COMENTÁRIOS FACEBOOK