Vereador Delan volta a cobrar do Executivo o projeto do PCCR dos servidores de Araguaína

O requerimento do tucano foi protocolado no dia 31 de julho com aprovação no dia 5 de agosto

68

Na sessão realizada na terça-feira, 20, o vereador Delaite Rocha Silva, o Professor Delan (PSDB), voltou a cobrar do Executivo municipal o PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração) prometido aos servidores públicos de Araguaína.

“Protocolei o requerimento número 1.827, no dia 31 de julho, pedindo o Executivo municipal o encaminhamento do Projeto de Lei que trata a respeito do PCCR dos servidores do município de Araguaína. Todos os nobres vereadores aqui o defendem e cobram essa ação que é necessária para a segurança jurídica dos servidores públicos”, ressaltou o parlamentar lembrando que a matéria foi aprovada em plenário no dia 5 de agosto.

Durante a sessão, o tucano lembrou que no dia 20 maio foi realizada uma sessão especial na Câmara sobre a pauta e que na época foi bem debatida com a participação de todos os vereadores e com a presença da secretária municipal de Administração, Rejane Mourão da Silva, a qual prometeu que, até o final de junho, o PCCR seria encaminhado à Câmara Municipal de Araguaína.

“Ficou garantido que até o final de junho estaria aqui a matéria para ser debatida e votada, pois os servidores estão esperando o cumprimento da palavra empenhada por meio da secretária”, criticou.

Após essa fala do professor Delan, o vereador Carlos Silva (PSDC) pediu a palavra. “É preciso um posicionamento mais enérgico da Câmara. Ficou certo, sim, de apresentar esse plano para nós na última sessão de junho, para que pudéssemos votar no início de agosto e até agora não se cumpriu a palavra, então não podemos acreditar na palavra dos secretários, do próprio Executivo que vem aqui apenas para dar uma satisfação, mas que não resolve a situação. Para ser crédito, tem que vir aqui e cumprir palavra”, criticou.

Contudo, apesar de endossar o pedido, Delan cobrou de Silva para que também fizesse a sua solicitação. “Eu quero pedir o apoio do nobre vereador Carlos Silva para fazer também a sua cobrança”, ressaltou.

“Um requerimento, um oficio e pedir juntamente com essa Casa, porque, no momento que nós votamos aqui, todos então empenhados no mesmo processo. Protocolize uma cobrança como os outros nobres vereadores”, apelou.

Por fim, o Professor Delan afirmou que todos irão continuar reivindicando. “Como já foi dito e repetido aqui várias vezes ‘água mole em pedra dura, tanto bate até que fura’ e nós estaremos sempre atentos a cobrar”, garantiu o tucano.
(Por: Raimunda Costa)

COMENTÁRIOS FACEBOOK